Skip to content

agent

Tutoriais de instalação do Zabbix 3.0

a b

Olá, pessoal!

Hoje (16/02/2016) foi lançado o Zabbix 3.0. Esta versão foi lançada com muitas novidades que podem ser conferidas nos links abaixo.

Os tutoriais de instalação do Zabbix Server, Agent, e Proxy 3.0 acabaram de sair do forno e podem ser baixados nos links abaixo.

 

Abraço e bons testes.

 

Configurando um ambiente Puppet-Server e Puppet-Agent no CentOS 6 e 7/Red Hat 6 e 7

Aviso:

Este tutorial foi atualizado para ensinar a montar o ambiente puppet usando o repositório da PuppetLabs para instalar pacotes do Puppet 4.x.

Se você ainda não sabe o que é Puppet, como funciona e para que serve, sugiro parar por aqui e começar a estudar os links que estão nesta página: http://blog.aeciopires.com/primeiros-passos-com-o-puppet/ ou se quiser instalar o Puppet-Server e o Puppet-Agent no Ubuntu Server 14.04/16.04 ou Debian 8, sugiro ler este tutorial: http://blog.aeciopires.com/configurando-um-ambiente-puppet/

Quando estiver se sentindo seguro no assunto, pode retomar a execução deste tutorial.

Entendendo o ambiente

Continuando… a figura abaixo mostra o ambiente usado para a execução deste tutorial.

arquitetura_puppet

O sistema operacional usado nas máquinas foram: CentOS 6 e 7 64 bits e Red Hat 6 e 7 64 bits. Os comandos mostrados a seguir funcionam nestas duas distribuições GNU/Linux.

Para a implementação do ambiente mostrado acima, foi configurado um servidor DHCP e um servidor DNS. Depois disso, foram criadas três máquinas virtuais para serem usadas pelo Puppet. As configurações de disco, memória e processador para as máquinas virtuais foram:

  • Memória: 768 MB
  • HD: 10 GB
  • Processador: 1 com clock de 2.0 GHz
  • 1 placa de rede

Preparando o ambiente

No servidor DHCP da sua rede, configure um IP e associe-o a cada endereço MAC da placa de rede de cada máquina que será usada.

Exemplos de configuração no arquivo do DHCP no GNU/Linux.

host puppetserver { 
  hardware ethernet 08:00:27:e7:09:48; 
  fixed-address 192.168.0.171; 
 } 
host puppet1 { 
  hardware ethernet 08:00:27:81:d7:5e; 
  fixed-address 192.168.0.172; 
 } 
host puppet2 { 
  hardware ethernet 08:00:27:d0:d9:66; 
  fixed-address 192.168.0.173; 
 }

Exemplos de configuração no arquivo de zona do domínio domain.com.br no Bind9 no GNU/Linux.

puppetserver    IN      A       192.168.0.171 
puppet1         IN      A       192.168.0.172 
puppet2         IN      A       192.168.0.173

Exemplos de configuração no arquivo de zona reversa do domínio domain.com.br no Bind9 no GNU/Linux.

171     IN      PTR     puppetserver.domain.com.br. 
172     IN      PTR     puppet1.domain.com.br. 
173     IN      PTR     puppet2.domain.com.br.

Em cada máquina, configure os nomes de host e de domínio editando os arquivos /etc/hosts, /etc/hostname e /etc/resolv.conf

Exemplos de configuração para cada arquivo

Puppet-Server

/etc/hostname 
 puppetserver.domain.com.br 
/etc/hosts
127.0.0.1   localhost localhost.localdomain localhost4 localhost4.localdomain4
192.168.0.171  puppetserver puppetserver.domain.com.br
192.168.0.172  puppet1 puppet1.domain.com.br
192.168.0.173  puppet2 puppet2.domain.com.br
::1         localhost localhost.localdomain localhost6 localhost6.localdomain6
/etc/resolv.conf 
 domain domain.com.br 
 search domain.com.br 
 nameserver IP-DNS-SERVER

Puppet-Agent 1

/etc/hostname 
 puppet1.domain.com.br
/etc/hosts 
127.0.0.1   localhost localhost.localdomain localhost4 localhost4.localdomain4
192.168.0.171  puppetserver puppetserver.domain.com.br
192.168.0.172  puppet1 puppet1.domain.com.br
192.168.0.173  puppet2 puppet2.domain.com.br
::1         localhost localhost.localdomain localhost6 localhost6.localdomain6
/etc/resolv.conf 
 domain domain.com.br 
 search domain.com.br 
 nameserver IP-DNS-SERVER

Puppet-Agent 2

/etc/hostname 
 puppet2.domain.com.br
/etc/hosts 
127.0.0.1   localhost localhost.localdomain localhost4 localhost4.localdomain4
192.168.0.171  puppetserver puppetserver.domain.com.br
192.168.0.172  puppet1 puppet1.domain.com.br
192.168.0.173  puppet2 puppet2.domain.com.br
::1         localhost localhost.localdomain localhost6 localhost6.localdomain6
 /etc/resolv.conf 
 domain domain.com.br 
 search domain.com.br 
 nameserver IP-DNS-SERVER 

Aviso:
Procure manter a hora do sistema de cada máquina corretamente configurada utilizando NTP, para evitar problemas na assinatura de certificados, entre outros.

A porta 8140/TCP do servidor PuppetServer precisa estar acessível para as demais máquinas.

Para a execução deste tutorial, o firewall foi parado em todas as máquinas com os comandos abaixo.

No CentOS/Red Hat 6:

# service iptables save
# service ip6tables save
# service iptables stop
# service ip6tables stop
# chkconfig iptables off
# chkconfig ip6tables off

No CentOS/Red Hat 7:

systemctl stop firewalld
systemctl disable firewalld

Instalando os pacotes

   Adicionando o repositório da PuppetLabs no CentOS 6/Red Hat 6:

su -
yum install -y https://yum.puppetlabs.com/puppetlabs-release-pc1-el-6.noarch.rpm
    Adicionando o repositório da PuppetLabs no CentOS 7/Red Hat 7:
su -
yum install -y https://yum.puppetlabs.com/puppetlabs-release-pc1-el-7.noarch.rpm
 Na máquina que terá o Puppet-Server, instale os pacotes abaixo.
 
yum install -y puppet-agent puppetserver
export PATH=/opt/puppetlabs/bin:$PATH

  Nas máquinas que terá o Puppet-Agent, instale o pacote abaixo.

yum -y install puppet-agent
export PATH=/opt/puppetlabs/bin:$PATH

Verifique a versão do Puppet com o comando abaixo.

puppet --version

 

Aviso:

Os binários e libs do Puppet 4.x ficam, por padrão, dentro do diretório /opt/puppetlabs/bin.

Os arquivos de configuração ficam, por padrão, dentro do diretório /etc/puppetlabs/.

Configurando os serviços

  No arquivo /etc/puppetlabs/puppet/puppet.conf de cada máquina (Puppet-Agent), adicione as linhas abaixo e mude o intervalo de tempo (em segundos), que o agente se conectará ao server para atualização do catálogo de manifestos.

Exemplo para a máquina puppet1:

[main]
certname = puppet1.domain.com.br
server = puppetserver.domain.com.br
# intervalo em segundos
runinterval = 60 

Exemplo para a máquina puppet2:

[main]
certname = puppet2.domain.com.br
server = puppetserver.domain.com.br
# intervalo em segundos
runinterval = 60

No arquivo /etc/puppetlabs/puppet/puppet.conf da máquina (Puppet-Server), adicione as linhas abaixo.

Exemplo para a máquina puppetserver:

[master]
vardir = /opt/puppetlabs/server/data/puppetserver
logdir = /var/log/puppetlabs/puppetserver
rundir = /var/run/puppetlabs/puppetserver
pidfile = /var/run/puppetlabs/puppetserver/puppetserver.pid
codedir = /etc/puppetlabs/code

[main]
certname = puppetserver.domain.com.br
server = puppetserver.domain.com.br
#intervalo em segundos
runinterval = 60
strict_variables = true
Altere as configurações de memória do Java a ser usado pelo PuppetServer. Edite o arquivo /etc/sysconfig/puppetserver.
JAVA_ARGS="-Xms256m -Xmx512m"
Com esta configuração, será alocado  512 MB (no máximo) e 256 MB (no mínimo) para  uso exclusivo da JVM (Java Virtual Machine) usada pelo PuppetServer.

Gerando certificados e reiniciando os serviços

Na máquina PuppetServer, gere um certificado e reinicie os serviço com os comandos abaixo.

puppet cert generate puppetserver.domain.com.br
puppet resource service puppetserver ensure=running enable=true

Nas máquinas que possuem o puppet-agent, gere uma solicitação de assinatura de certificado com o comando abaixo.

puppet agent -t

    No servidor Puppet-Server aparecerá a solicitação de assinatura para cada máquina que tem apenas o Puppet-Agent.

puppet cert list 
   "puppet1.domain.com.br" (SHA256) C7:EC:72:6F:82:56:9E:15:C8:42:2D:A7:07:07:B7:B6:AC:41:45:DC:33:BA:09:B5:1A:3D:2C:14:31:32:D7:D4 
   "puppet2.domain.com.br" (SHA256) 49:0D:A2:2B:7E:4B:EE:2E:85:CC:B4:16:F9:C1:56:C8:75:63:0C:EF:C4:0E:96:FA:42:4E:09:32:CB:B2:E1:FF

    Assine cada certificado usando os comandos abaixo.

puppet cert sign puppet1.domain.com.br
puppet cert sign puppet2.domain.com.br

   

Aviso:
As solicitações de assinatura de certificados no Puppet-Server ficam em: /etc/puppetlabs/puppet/ssl/ca/requests/
No Puppet-Agent, os certificados assinados ficam em: /etc/puppetlabs/puppet/ssl/
Se precisar refazer a assinatura de certificados do host puppet-agent é só apagar os arquivos e sub-diretórios que ficam em: /etc/puppetlabs/puppet/ssl/.
Se precisar revogar os certificados assinados de um host cliente (puppet1, por exemplo) no Puppet-Server é só usar o comando: puppet cert clean puppet1.domain.com.br (por exemplo).
O log do puppetserver fica em /var/log/puppetlabs/puppetserver/puppetserver.log e /var/log/puppetlabs/puppetserver/puppetserver-daemon.log
O log do puppet-agent fica em /var/log/messages e /var/log/puppetlabs/puppet

  Agora execute o comando abaixo, em cada máquina (Puppet-Server e Puppet-Agent). Este comando irá iniciar o puppet-agent e habilitá-lo para ser executado após o boot do sistema operacional.

puppet resource service puppet ensure=running enable=true

 

Testando o funcionamento do ambiente

    No servidor PuppetServer, crie o arquivo /etc/puppetlabs/code/environments/production/manifests/site.pp com o conteúdo abaixo.

node "puppet1.domain.com.br" {
  package { 'nmap':
    ensure => present,
  }
}
node "puppet2.domain.com.br" {
  package { 'elinks':
    ensure => present,
  }
}
node "puppetserver.domain.com.br" {
  package { 'tcpdump':
    ensure => present,
  }
}

   Salve o arquivo e execute em todas as máquinas o comando abaixo.

puppet agent -t

  Verifique se pacotes foram realmente instalados conforme a configuração especificada no arquivo site.pp.

  • Na máquina puppet1 deve ser instalado o pacote “nmap”
  • Na máquina puppet2 deve ser instalado o pacote “elinks”
  • Na máquina puppetserver deve ser instalado o pacote “tcpdump”.

Pronto! O ambiente está configurado. Agora é só instalar os módulos e manifestos que você precisa.

Bons estudos!

Fonte:

http://gutocarvalho.net/octopress/2015/08/18/instalando-puppet-4-agent-and-master/

http://blog.aeciopires.com/configurando-um-ambiente-puppet/

http://instruct.com.br/static/apostila-puppet.pdf

http://techarena51.com/index.php/a-simple-way-to-install-and-configure-a-puppet-server-on-linux/

https://puppetlabs.com/blog/puppet-server-bringing-soa-to-a-puppet-master-near-you

https://github.com/puppetlabs/puppet-server/blob/master/documentation/install_from_packages.markdown

https://docs.puppetlabs.com/puppet/latest/reference/config_file_main.html

https://docs.puppetlabs.com/puppet/4.2/reference/install_pre.html

https://docs.puppetlabs.com/puppetserver/2.1/install_from_packages.html

https://docs.puppetlabs.com/puppetdb/latest/connect_puppet_master.html

https://docs.puppetlabs.com/puppet/4.2/reference/install_linux.html

https://docs.puppetlabs.com/puppetserver/2.1/configuration.html

Configurando um ambiente Puppet-Server e Puppet-Agent no Debian 8 e Ubuntu Server 14.04/16.04

Aviso:

Este tutorial foi atualizado para ensinar a montar o ambiente puppet usando o repositório da PuppetLabs para instalar pacotes do Puppet 4.x.

Se você ainda não sabe o que é Puppet, como funciona e para que serve, sugiro parar por aqui e começar a estudar os links que estão nesta página: http://blog.aeciopires.com/primeiros-passos-com-o-puppet/ ou se quiser instalar o Puppet-Server e o Puppet-Agent no CentOS/Red Hat 6 e CentOS/Red Hat 7, sugiro ler este tutorial: http://blog.aeciopires.com/configurando-um-ambiente-puppet-2/

Quando estiver se sentindo seguro no assunto, pode retomar a execução deste tutorial.

 

Entendendo o ambiente

Continuando… a figura abaixo mostra o ambiente usado para a execução deste tutorial.

arquitetura_puppet

O sistema operacional usado nas máquinas foram: Ubuntu Server 14.04, Ubuntu Server 16.04 e Debian 8.x (ambos 64 bits e em inglês). Os comandos mostrados a seguir funcionam nestas duas distribuições GNU/Linux.

Para a implementação do ambiente mostrado acima, foi configurado um servidor DHCP e um servidor DNS. Depois disso, foram criadas três máquinas virtuais para serem usadas pelo Puppet. As configurações de disco, memória e processador para as máquinas virtuais foram:

  • Memória: 768 MB
  • HD: 20 GB
  • Processador: 1 com clock de 2.0 GHz
  • 1 placa de rede

Preparando o ambiente

No servidor DHCP da sua rede, configure um IP e associe-o a cada endereço MAC da placa de rede de cada máquina que será usada.

Exemplos de configuração no arquivo do DHCP no GNU/Linux.

host puppetserver { 
  hardware ethernet 08:00:27:e7:09:48; 
  fixed-address 192.168.0.171; 
 } 
host puppet1 { 
  hardware ethernet 08:00:27:81:d7:5e; 
  fixed-address 192.168.0.172; 
 } 
host puppet2 { 
  hardware ethernet 08:00:27:d0:d9:66; 
  fixed-address 192.168.0.173; 
 }

Exemplos de configuração no arquivo de zona do domínio domain.com.br no Bind9 no GNU/Linux.

puppetserver    IN      A       192.168.0.171 
puppet1         IN      A       192.168.0.172 
puppet2         IN      A       192.168.0.173

Exemplos de configuração no arquivo de zona reversa do domínio domain.com.br no Bind9 no GNU/Linux.

171     IN      PTR     puppetserver.domain.com.br. 
172     IN      PTR     puppet1.domain.com.br. 
173     IN      PTR     puppet2.domain.com.br.

Em cada máquina, configure os nomes de host e de domínio editando os arquivos /etc/hosts, /etc/hostname e /etc/resolv.conf

Exemplos de configuração para cada arquivo

PuppetServer

/etc/hostname 
 puppetserver 
/etc/hosts 
 127.0.0.1    localhost 
 192.168.0.171    puppetserver.domain.com.br    puppetserver 
 127.0.0.1    puppetserver.domain.com.br    puppetserver 
/etc/resolv.conf 
 domain domain.com.br 
 search domain.com.br 
 nameserver IP-DNS-SERVER
/etc/network/interfaces 
 auto lo 
 iface lo inet loopback 
 
 auto eth0 
 iface eth0 inet dhcp 

Puppet-Agent 1

/etc/hostname 
 puppet1
/etc/hosts 
 127.0.0.1    localhost 
 192.168.0.172    puppet1.domain.com.br    puppet1
 127.0.0.1    puppet1.domain.com.br    puppet1
/etc/resolv.conf 
 domain domain.com.br 
 search domain.com.br 
 nameserver IP-DNS-SERVER
/etc/network/interfaces 
 auto lo 
 iface lo inet loopback 

 auto eth0 
 iface eth0 inet dhcp 

Puppet-Agent 2

/etc/hostname 
 puppet2
/etc/hosts 
 127.0.0.1    localhost 
 192.168.0.173    puppet2.domain.com.br    puppet2
 127.0.0.1    puppet2.domain.com.br    puppet2
 /etc/resolv.conf 
 domain domain.com.br 
 search domain.com.br 
 nameserver IP-DNS-SERVER
/etc/network/interfaces 
 auto lo 
 iface lo inet loopback 

 auto enp0s3 
 iface enp0s3 inet dhcp 

Aviso:
Procure manter a hora do sistema de cada máquina corretamente configurada utilizando NTP, para evitar problemas na assinatura de certificados, entre outros.

A porta 8140/TCP do servidor PuppetServer precisa estar acessível para as demais máquinas.

Instalando os pacotes

   Adicionando o repositório da PuppetLabs no Debian 8.x:

su -
cd /tmp
wget http://apt.puppetlabs.com/puppetlabs-release-pc1-jessie.deb
dpkg -i  puppetlabs-release-pc1-jessie.deb
apt-get update
   Adicionando o repositório da PuppetLabs no Ubuntu Server 14.04:
sudo su
cd /tmp
wget http://apt.puppetlabs.com/puppetlabs-release-pc1-trusty.deb
dpkg -i puppetlabs-release-pc1-trusty.deb
apt-get update

  Adicionando o repositório da PuppetLabs no Ubuntu Server 16.04:

sudo su
cd /tmp
wget http://apt.puppetlabs.com/puppetlabs-release-pc1-xenial.deb
dpkg -i puppetlabs-release-pc1-xenial.deb
apt-get update
 Na máquina que terá o Puppet-Server, instale os pacotes abaixo.
 
apt-get install -y puppet-agent puppetserver
export PATH=/opt/puppetlabs/bin:$PATH

  Nas máquinas que terá o Puppet-Agent, instale o pacote abaixo.

apt-get -y install puppet-agent
export PATH=/opt/puppetlabs/bin:$PATH

Verifique a versão do Puppet com o comando abaixo.

puppet --version

 

Aviso:

Os binários e libs do Puppet 4.x ficam, por padrão, dentro do diretório /opt/puppetlabs/bin.

Os arquivos de configuração ficam, por padrão, dentro do diretório /etc/puppetlabs/.

Configurando os serviços

  No arquivo /etc/puppetlabs/puppet/puppet.conf de cada máquina (Puppet-Agent), adicione as linhas abaixo e mude o intervalo de tempo (em segundos), que o agente se conectará ao server para atualização do catálogo de manifestos.

Exemplo para a máquina puppet1:

[main]
certname = puppet1.domain.com.br
server = puppetserver.domain.com.br
# intervalo em segundos
runinterval = 60 

Exemplo para a máquina puppet2:

[main]
certname = puppet2.domain.com.br
server = puppetserver.domain.com.br
# intervalo em segundos
runinterval = 60

No arquivo /etc/puppetlabs/puppet/puppet.conf da máquina (Puppet-Server), adicione as linhas abaixo.

Exemplo para a máquina puppetserver:

[master]
vardir = /opt/puppetlabs/server/data/puppetserver
logdir = /var/log/puppetlabs/puppetserver
rundir = /var/run/puppetlabs/puppetserver
pidfile = /var/run/puppetlabs/puppetserver/puppetserver.pid
codedir = /etc/puppetlabs/code

[main]
certname = puppetserver.domain.com.br
server = puppetserver.domain.com.br
#intervalo em segundos
runinterval = 60
strict_variables = true
Altere as configurações de memória do Java a ser usado pelo PuppetServer. Edite o arquivo /etc/default/puppetserver.
JAVA_ARGS="-Xms256m -Xmx512m"
Com esta configuração, será alocado  512 MB (no máximo) e 256 MB (no mínimo) para  uso exclusivo da JVM (Java Virtual Machine) usada pelo PuppetServer.

Gerando certificados e reiniciando os serviços

Na máquina PuppetServer, gere um certificado e reinicie os serviço com os comandos abaixo.

puppet cert generate puppetserver.domain.com.br
puppet resource service puppetserver ensure=running enable=true

Nas máquinas que possuem o puppet-agent, gere uma solicitação de assinatura de certificado com o comando abaixo.

puppet agent -t

    No servidor Puppet-Server aparecerá a solicitação de assinatura para cada máquina que tem apenas o Puppet-Agent.

puppet cert list 
   "puppet1.domain.com.br" (SHA256) C7:EC:72:6F:82:56:9E:15:C8:42:2D:A7:07:07:B7:B6:AC:41:45:DC:33:BA:09:B5:1A:3D:2C:14:31:32:D7:D4 
   "puppet2.domain.com.br" (SHA256) 49:0D:A2:2B:7E:4B:EE:2E:85:CC:B4:16:F9:C1:56:C8:75:63:0C:EF:C4:0E:96:FA:42:4E:09:32:CB:B2:E1:FF

    Assine cada certificado usando os comandos abaixo.

puppet cert sign puppet1.domain.com.br
puppet cert sign puppet2.domain.com.br

   

Avisos:
As solicitações de assinatura de certificados no Puppet-Server ficam em: /etc/puppetlabs/puppet/ssl/ca/requests/
No Puppet-Agent, os certificados assinados ficam em: /etc/puppetlabs/puppet/ssl/
Se precisar refazer a assinatura de certificados do host puppet-agent é só apagar os arquivos e sub-diretórios que ficam em: /etc/puppetlabs/puppet/ssl/.
Se precisar revogar os certificados assinados de um host cliente (puppet1, por exemplo) no Puppet-Server é só usar o comando: puppet cert clean puppet1.domain.com.br (por exemplo).
O log do puppetserver fica em /var/log/puppetlabs/puppetserver/puppetserver.log e /var/log/puppetlabs/puppetserver/puppetserver-daemon.log
O log do puppet-agent fica em /var/log/syslog e /var/log/puppetlabs/puppet.

  Agora execute o comando abaixo, em cada máquina (Puppet-Server e Puppet-Agent). Este comando irá iniciar o puppet-agent e habilitá-lo para ser executado após o boot do sistema operacional.

puppet resource service puppet ensure=running enable=true

 

Testando o funcionamento do ambiente

    No servidor PuppetServer, crie o arquivo /etc/puppetlabs/code/environments/production/manifests/site.pp com o conteúdo abaixo.

node "puppet1.domain.com.br" {
  package { 'nmap':
    ensure => present,
  }
}
node "puppet2.domain.com.br" {
  package { 'elinks':
    ensure => present,
  }
}
node "puppetserver.domain.com.br" {
  package { 'tcpdump':
    ensure => present,
  }
}

   Salve o arquivo e execute em todas as máquinas o comando abaixo.

puppet agent -t

  Verifique se pacotes foram realmente instalados conforme a configuração especificada no arquivo site.pp.

  • Na máquina puppet1 deve ser instalado o pacote “nmap”
  • Na máquina puppet2 deve ser instalado o pacote “elinks”
  • Na máquina puppetserver deve ser instalado o pacote “tcpdump”.

Pronto! O ambiente está configurado. Agora é só instalar os módulos e manifestos que você precisa.

Bons estudos!

Agradecimento a Guto Carvalho pela revisão e dicas de melhoria do tutorial.

Fonte:

http://gutocarvalho.net/octopress/2015/08/18/instalando-puppet-4-agent-and-master/

https://www.snip2code.com/Snippet/565896/Install-Puppet-4-2-on-Ubuntu-14

http://linoxide.com/linux-how-to/install-puppet-ubuntu-15-04/

http://instruct.com.br/static/apostila-puppet.pdf

http://techarena51.com/index.php/a-simple-way-to-install-and-configure-a-puppet-server-on-linux/

https://puppetlabs.com/blog/puppet-server-bringing-soa-to-a-puppet-master-near-you

https://github.com/puppetlabs/puppet-server/blob/master/documentation/install_from_packages.markdown

http://pt.slideshare.net/PuppetLabs/cmc-presentation-44223836

https://docs.puppetlabs.com/puppet/latest/reference/config_file_main.html

https://docs.puppetlabs.com/puppet/4.2/reference/install_pre.html

https://docs.puppetlabs.com/puppetserver/2.1/install_from_packages.html

https://docs.puppetlabs.com/puppetdb/latest/connect_puppet_master.html

https://docs.puppetlabs.com/puppet/4.2/reference/install_linux.html

https://docs.puppetlabs.com/puppetserver/2.1/configuration.html